21 de abril de 2011

O Sonho do TRI está VIVO

Boa noite santásticos!

Na noite de ontem, quarta feira, o Santos Futebol Clube, enfrentou seu último adversário na fase de grupos, Deportivo Táchira (Venezuela), que já estava desclassificado do campeonato. Não era só um jogo, era um jogo decisivo, que classificaria o peixe para a próxima fase, a equipe praiana foi ao Pacaembu e fez BONITO. 





Pela primeira vez no ano, o Santos jogou sem desfalques. Muricy pode contar com Neymar, Zé Eduardo e Elano, o trio foi suspenso no jogo contra o Cerro Porteño. Com a volta do “coringa da vila”, muito se falava, quem tirar para a volta dele... O treinador optou em tirar Adriano, sinceramente eu não gostei muito, porque Adriano vem jogando horrores, honra o manto, tem garra, é o cão de guarda do time, mas Muricy sabe oque faz, e merece sempre ser exaltado.

A equipe praiana dominou boa parte do jogo, o adversário não oferecia riscos, com marcação sólida e trocas de passes corretas no meio de campo. Logo aos 4 minutos do primeiro tempo, Léo desceu pela esquerda, tocou para Danilo, que fez um corta luz (abriu as pernas, deixou a bola passar) para Neymar, que chuta e acerta o canto direito do goleiro. Abre o placar, SANTOS 1 x 0 Deportivo Táchira.

Passado 11 minutos, em uma jogada perfeita, Ganso escora para Danilo, que acha Jonathan livre na área, o ala mandou uma bomba de pé direito, um chute certeiro. Jonathan amplia o placar SANTOS 2 x 0 Deportivo Táchira.
Nos minutos finais da primeira etapa, a equipe praiana diminui o ritmo de jogo, mas não perde o comando do confronto. E o pique se prolongou no segundo tempo, até que aos 24 minutos do segundo tempo, Chacón, acerta um grande chute em cobrança de falta, diminuindo a vantagem santista, SANTOS 2 x 1 Deportivo Táchira.

Nem deu tempo dos poucos torcedores do Táchira comemorarem, 3 minutos depois, Neymar faz fila invadindo a área, cruza de esquerda para Zé Eduardo, se atrapalha e fura, INACREDITÁVEL FUTEBOL CLUBE, bastava um simples toque, perdeu um gol feito, mesmo assim, toca para Danilo, que toca de chapa rasteiro, e amplia o placar, SANTOS 3 x 1 Deportivo Táchira.

Visão Geral:
Rafael: Fez ótimas defesas. Sofreu um gol por incompetência do Edu Dracena, isso é  sem novidade.

Edu Dracena Pouco contribui e sempre deixa suas marcas negativas.

Durval: Melhor que o Dracena, “sempre”, não tem muito o que falar.

Léo: Jogou feito menino, cooperou muito, bela partida.

Arouca: Bela atuação dá força ao meio de campo, indiscutível. Foi o cão de guarda do elenco.

Jonathan: Tenho dito, é um dos melhores laterais do Brasil, depois de se recuperar de lesão, participou de duas partidas, boas atuações, JOGA MUITO. Autor do segundo gol do Glorioso.

Danilo: Esse menino vem surpreendendo e calando a boca de muitos, faz ótimas partidas, é um dos DESTAQUES do jogo. Depois de uma falha horrível do Zé Eduardo, Danilo ampliou o placar, fez o terceiro gol.

Elano: Fez um bom primeiro tempo, no segundo cometeu vários erros, ao final foi substituído por Adriano. Adriano jogou poucos minutos, mas sempre representa.

Paulo Henrique Ganso: Boa atuação deu bons passes, nos 47 minutos do segundo tempo foi substituído por Pará, o lateral pouco tocou a bola, o jogo terminaria aos 48 minutos.

Zé Eduardo: Sinceramente, CHEGA. Não dá mais para você. Perdeu dois gols feitos. Quer enfeitar, pow é difícil fazer o SIMPLES? O atacante foi substituído por Maikon Leite, à torcida pedia, pois o time cadenciava o ritmo.

Neymar: Ahhh Neymar, esse menino é MONSTRO mesmo, joga demais, esbanjou seu conjunto, ele deu chapéus, dribles, toques de calcanhar. Arriscou até uma bicicleta. Autor do primeiro gol é outro DESTAQUE do jogo.

Muricy Ramalho: Esse merece ser glorificado a cada jogo. Com um elenco desfalcado difícil escalar. Com um elenco completo difícil escalar. Ele realmente faz milagres.

Árbitro: Fraco, omisso, inseguro.

Torcida: Foram 37.701 torcedores presentes, a torcida foi linda, fez festa, entrou no clima, gritaram desde o anúncio do nome dos jogadores no telão do estádio, o Paulo Henrique Ganso foi um dos mais aclamados, além dele exaltaram todos os titulares, realmente representaram.

Com esse resultado o Santos se classifica, e fica na segunda posição, quem ficou com a primeira foi a equipe paraguaia Cerro Porteño, que surpreendentemente ganhou do Colo Colo. Agora o peixe pega o América do México pelas oitavas de final da Libertadores.

Um comentário:

  1. eu cornetaria mais...e na verdade...já já vou cornetar sim...no blog.

    ResponderExcluir